MANTLE MODA SPORT

banner

Como começar a correr depois dos 30 anos

sistime-capa-3-corrida-para-todos-2016

Você já deve ter ouvido falar que a corrida tem muitos benefícios e também serve como um ótimo remédio para lutar contra os efeitos da idade como controle de peso, melhoria da saúde dos ossos, diminuição do colesterol e também do risco de problemas cardíacos. Mas, apesar disso, ainda há aquela dúvida sobre como começar a correr depois dos 30 anos, não é mesmo? Por isso, nós da Mantle montamos um guia para te ajudar a encarar o asfalto sem medo – e com muito fôlego! Vamos nessa?

1 – Consulte um médico
Antes de iniciar qualquer preparação física, o ideal é dar um pulo no médico para entender como está o seu corpo. É o médico – e somente ele – quem poderá dizer dirá como você pode começar a correr e quais os cuidados essenciais que deve tomar.

2 – Aquecimento e alongamentos sempre!
Com a liberação do médico, chegou a hora de encarar o asfalto, mas tenha calma: priorize os aquecimentos antes de começar a correr e inicie a atividade de progressiva, intercalando com caminhadas. Dê preferência por treinos em ar livre, em parques e locais em que se sinta seguro. No final da atividade, não se esqueça do alongamento!

3 – Dê tempo ao tempo
Depois de muitos anos parado, é natural que seu corpo demore para compreender os estímulos da corrida. Por isso, permita que seu corpo vá se adaptando de maneira gradual às novas cargas de esforço e vá se preparando psicologicamente para mudanças de comportamentos físicos. Correr pode ser uma maneira de ganhar saúde e diversão ao mesmo tempo, basta ter paciência e você chegará lá!

4 – Descanse e se alimente bem
Com o passar os dias e dos treinos concluídos, você aprenderá a escutar o seu corpo, principalmente quando ele estiver cansado. Separe dois dias de descanso na semana para a sua recuperação e não se esqueça de que se alimentar bem é imprescindível para progredir nos treinos. O ideal é procurar um profissional da saúde para auxilia-lo sobre quais alimentos você deve ingerir.

5 – Não se compare a ninguém

É natural que depois de se tornar um corredor, você vai desejar melhorar mais e observará os demais corredores e seus progressos. Se sentir inspirado por um outro corredor é saudável, mas se comparar a ele não. Cada ser pessoa tem o seu tempo para melhorar o pace, a respiração ou aumentar distância. Ninguém é igual a ninguém. Foque em si mesmo e na sua evolução!
6 – Faça outra atividade física

Para continuar correndo bem, é necessário não só a recuperação em um day off, mas também que você faça um outro esporte para intercalar com os treinos de corrida. Vale musculação para prevenir a osteoporose, para aumentar a sua força e para melhorar o sistema imunológico ou a  natação que além de não ter impacto, melhora a postura, a capacidade aeróbica, equilíbrio muscular e promove a circulação. Variar é preciso para garantir melhor desempenho e uma vida esportiva sem lesões e dores.

8 – Tenha uma meta
Os treinos se tornarão ainda mais especiais e gratificantes quando você colocar uma meta a ser batida. Que tal correr 5 km em 30 minutos? Ou simplesmente correr sem parar por 1h? Independente do objetivo, trace uma meta e lute por ela. Não se esqueça de consultar um médico e um profissional da corrida para auxilia-lo!
8 – Compartilhe seu progresso
A sua evolução é muito importante e que tal compartilha-la com os amigos? Além de motivar a quem tem vontade de começar a correr, você ainda deixará registrado o seu esforço e empenho para alcançar determinado objetivo. Seja uma inspiração para os outros e para si mesmo para continuar trilhando uma jornada esportiva gratificante e cheia de surpresas!

[mashshare] [mashshare]