MANTLE MODA SPORT

casal_correndo

Eles são unidos no amor e na corrida

Valquiria_Wagner_Assessoria-Esportiva_Gente_que_Corre_Goiás

Aproveitando que hoje, 12 de junho, é dia dos namorados, vamos falar sobre casais que correm juntos nas provas e na vida. Pombinhos que além de dividirem os mesmos projetos, sentimentos e emoções, também dividem a paixão pelas pistas.

Casais dizem que correr ao lado da pessoa amada fortalece o elo entre o casal, aumenta o vínculo não só na hora dos exercícios e nas provas, mas é refletida nos vários aspectos da vida a dois.

 

Vamos conhecer depoimentos de quatro casais que são eternos “namoridos”.

“Correr junto com meu marido é muito bom, pois a corrida por si só proporciona esse estreitamento de laço, fortalecendo ainda mais a relação conjugal”, disse Valquiria Carmona Bellodi, educadora física e proprietária da Assessoria Esportiva Gente que Corre, de Rio Verde, Goiás.

“É prazeroso, ficarmos no mesmo grau de endorfina, de estarmos juntos com os amigos em comum, isso facilita a nossa rotina em casa, a nossa programação, os treinos, os nossos assuntos diários. É prazeroso, saudável e fortalece muito a relação”, confirma o esposo de Walquiria, o empresário Wagner Cavalcante Marrera.

“Correr ao lado de quem se ama é um estímulo e aumenta a cumplicidade entre o casal. É muito bacana essa companhia e cumplicidade no esporte”, disse Valquiria.

“Nada mais motivador para um atleta ter a sua esposa ao lado e principalmente correndo as mesmas provas e sentindo os mesmos sentimentos que você”, disse o Personal Treiner e proprietário da F3 Assessoria Esportiva, de Tubarão, Santa Catarina, Felipe Costa.

Correr ao lado do esposo, Felipe Costa, segundo Luciane de Medeiros Pereira, é mais animador. “Compartilhar de toda a rotina de treinos, cansaço, dores, alegrias é realmente complementar um relacionamento onde um entenderá melhor o outro”, disse Luciene.

O casal Eduardo Silva, e Diany Cris, proprietários da SuperAção Assessoria Esportiva, de Palmas, Tocantins, correm juntos há quatro anos.

Correr ao lado de sua cara metade, para Eduardo, é motivo de muito orgulho. “Tenho felicidade em vê-la se superando”, conta o atleta que é pós-graduando em fisiologia do exercício.

Para Diany, esposa de Eduardo, que é jornalista e também formada em educação física, correr com o esposo é mais animador. “É uma motivação inigualável correr ao lado de quem se ama. Costumo dizer que juntos somos mais fortes”, declara.

“A corrida de rua é nossa vida. Nos une como casal”, disse Maria Emília, esposa de Rodrigo Caceres, proprietário da Correr Bem Assessoria Esportiva, de Ourinhos, São Paulo.

[mashshare] [mashshare]